logo
Contato | Sobre...        
rebarba rebarba

Rodrigo Strauss :: Blog

follow us in feedly

Tudo muda, o tempo todo

Eu estava lendo o Programming the Microsoft Windows Driver Model, do Walter Oney para tirar umas dúvidas sobre IRPs, e acabei abrindo o livro na parte que ele explica como funcionam as exceções em kernel mode. Ele também falava sobre o que acontece quando uma exceção é disparada e como usar blocos de __try/__except e __try/__finally para tratar uma exceção.

Nessa parte ele explica que quando uma exceção é disparada, o kernel sai procurando na pilha alguém que a trate. Depois ele fala que isso pode gerar problemas de performance, já que é necessário percorrer toda a pilha atrás de alguma função que lide com essa exceção. Eu também me lembro que muita gente não usa as exceções em C++ por causa de performance (fora os motivos apontados pelo Joel).

Performance, performance, performance. Hoje em dia, muitas dessas pessoas que falavam isso estão usando .NET, que tem um problema de performance muito maior, já que a runtime roda MUITO código além do seu. (Isso me lembra de programadores C reclamando que o compilador C++ gera código que eles não pediram, como o do copy constructor). É engraçado como a noção de prioridade performance/facilidade muda com o tempo. O jeito é não dar muito ouvidos e testar qual metodologia e linguagem que melhor resolve o seu problema.


Em 24/07/2004 04:54, por Rodrigo Strauss


  
 
 
Comentários
Algo a dizer?
Nome:


Site:


E-mail:


Escreva o número vinte e seis:


 Não mostre meu e-mail no site, não serve pra nada mesmo...

Comentário





Os comentários devem ser sobre assuntos relativos ao post, eu provavelmente apagarei comentários totalmente offtopic. Se quiser me enviar uma mensagem, use o formulário de contato. E não esqueça: isso é um site pessoal e eu me reservo o direito de apagar qualquer comentário ofensivo ou inapropriado.
rebarba rebarba
  ::::