logo
Contato | Sobre...        
rebarba rebarba

Rodrigo Strauss :: Blog

follow us in feedly

Sobre a Microsoft e o open source

Muito se tem falado sobre esse novo movimento da Microsoft em direção ao open souce. Para muitos da velha guarda, ver a mesma empresa tida como monopolista dos anos 90 fazendo isso tem gerado muita desconfiança. Como uma empresa de software proprietário vai aderir ao movimento open source?

Sim, a Microsoft aderiu ao modelo de código aberto. Mas as pessoas esqueceram o X da questão: código aberto é diferente de software livre. A governança open source virou algo mais eficiente que a governança fechada. Quanto mais feedback dos usuários, melhor. Quando os usuários são técnicos, como nós programadores, melhor ainda. E como adoramos código fonte, ficamos mais felizes e damos mais feedback. Com podemos ver o código fonte, dizemos onde o erro está e até mandamos a correção pronta. Qual empresa não gostaria que seus clientes e usuários ajudassem a arrumar seu próprio produto?

Inacreditavelmente, hoje em dia muita gente gosta da Microsoft (com a exceção dos fanáticos do free software, é claro). No Hacker News, onde me parece que a maioria do pessoal é de Linux, há um sentimento geral positivo em relação à Microsoft. É irônico ver isso depois de todos esses anos... Levei bastante tempo para entender como a Microsoft funciona e como ela pensa. Já li muita coisa, já assisti muita coisa (como o Channel9) e já visitei a Microsoft em Redmond 2 vezes, uma como representante do grupo C & C++ Brasil e outra como MVP. Minha carreira sempre orbitou em volta de softwares da Microsoft e eu comecei a programar usando um software deles, o GW Basic. Tenho usado bastante Linux ultimamente, mas isso não me afastou do Windows e, principalmente, do Visual Studio.

Apesar de gostar da Microsoft no geral, eu não concordo com tudo que eles fazem. Esse costume horrendo que eles têm de implementar parcialmente os padrões (principalmente os padrão ISO do C++) segundo a visão puramente mercadológica é uma abominação. Eles levaram tempo para entender que implementar o padrão C++ era mais importante do que implementar só a parte que eles usam. Isso só chegou esse ano, para meu total desgosto e desespero. Mas mesmo assim continuei com o Visual C++ por causa da qualidade. Eu já tentei migrar para o GCC. Mas a qualidade do ferramental da Microsoft é muito alta e acabei ficando com o ecosistema do Visual Studio. Apesar do Fora o famigerado C++/CLI...

Mas uma coisa é inegável: a Microsoft é uma máquina extremamente eficiente de fazer software. Eles foram durante muitos anos a única empresa do mundo que sabia fazer software. Todas as empresas que competiram com eles caíram, a Netscape, a Borland, a Word Perfect, a Lotus. E não era por monopólio ou coisas assim, como gostam de dizer. Foi por competência em Engenharia de Software. O Excel venceu o Lotus 1-2-3 porque era melhor. O Word venceu o WordPerfect porque, versão após versão, ficou melhor. E o Internet Explorer ficou melhor que o Netscape.

Eu sei o que você está pensando. Blablaba monopólio blablabla. O IE continua vindo junto com o Windows, e mesmo assim todo mundo baixa o Chrome e o Firefox. Hoje o Internet Explorer é basicamente uma ferramenta gigante que serve para baixar outros browsers. Poderia ter sido assim na época. Mas a Netscape foi estúpida o suficiente para fazer a maior estupidez que uma empresa pode fazer: jogar fora o código fonte porque ele "está feio "e comerçar tudo de novo.

Voltando ao open source. A coisa é simples. Eles estão se adaptando ao mercado, como eles sempre fizeram. A Microsoft nunca foi inovadora, como a Apple ou mesmo o Google. Eles inovaram várias vezes (o Visual Basic foi o precursor de todos as IDEs modernas), mais o foco deles não é a inovação. É fazer software direito. E nisso eles são muito bons, é inegável.

Eles levaram bastante tempo para entrar na Internet, tentando levar as pessoas para a MSN, que era uma rede separada, tipo a Compuserve. Depois foi uma versão do IE atrás da outra e a Netscape morreu pela própria incompetência (novamente, alguém aí usa IE só porque vem junto com o Windows?).

Eles levaram tempo para entrar no mercado de nuvem. Hoje o Azure fatura milhões.

Eles levaram tempo para entender o mercado de mobile. O Windows Phone... é.... mmm... está aí.

E agora eles entenderam o modelo de negócio open source e estão se adaptando. Como sempre fizeram. E garanto que vão fazer isso melhor do que gente que está aí faz tempo, como IBM e outros, pelo simples fato de que eles entendem de software como ninguém. Até onde sei, o modelo aberto do .NET já nasceu mais aberto que o Java...

Em 27/08/2015 08:01, por Rodrigo Strauss


  
 
 
Comentários
Algo a dizer?
Nome:


Site:


E-mail:


Escreva o número vinte e seis:


 Não mostre meu e-mail no site, não serve pra nada mesmo...

Comentário





Os comentários devem ser sobre assuntos relativos ao post, eu provavelmente apagarei comentários totalmente offtopic. Se quiser me enviar uma mensagem, use o formulário de contato. E não esqueça: isso é um site pessoal e eu me reservo o direito de apagar qualquer comentário ofensivo ou inapropriado.
rebarba rebarba
  ::::