logo
Contato | Sobre...        
rebarba rebarba

Rodrigo Strauss :: Blog

follow us in feedly

Menos metodologia e mais escovadores de bit

Parece que a cada ano que passa mais as empresas se preocupam em implementar metodologias. Algumas são metódicas e adotam algo como RUP (sigla para Gerenciamento De Peão De Obra) sem mudar uma vírgula sobre o que está no manual. Mas a grande maioria mistura um monte de coisas e chama de "Metodologia de Desenvolvimento EmpresaX". A adoção de metodologias pode trazer muitos benefícios, mas o que muita gente não percebe é que uma metodologia de desenvolvimento não salva uma equipe com programadores inexperientes ou simplesmente incompetentes.

Não adianta nada ter um livro de 300 páginas com toda a especificação e documentação do sistema se os programadores não têm competência suficiente para implementar. A análise é importante, espero que ninguém entenda que estou dizendo o contrário. Mas um software com uma ótima análise e uma péssima implementação ainda é um péssimo software. O usuário não vê especificação (e muitas vezes nem a documentação), vê um software sendo executado. Se ele é lento ou dá pau, não adianta falar que seu analista funcional é pós graduado em sei-lá-onde. Você precisa de mais escovadores de bits, não de mais gente que passa o dia no Project e no Word.

Programadores bons custam caro. É claro, tudo que é bom custa caro. Economizar dinheiro na contratação de programadores é um erro que sempre (sempre mesmo) aparece no final do projeto. Já vi muitas empresas (muitas mesmo) que tentam melhorar a qualidade do software implantando mais metodologias e mais burocracias - inclusive, contratando mais gente para gerenciar isso. Todo programador com mais de 5 anos de experiência conhece as histórias de equipes inteiras pedindo demissão no prazo de um mês. Eu conheço umas 3 empresas onde esse ciclo de renovar mais de 80% da equipe é de dois anos. E uma grande equipe de analistas e gerentes não programadores é quase sempre um dos fatores que causa isso. Alguns dias atrás conversei com um amigo - excelente programador - que está mudando de emprego porque cansou de tentar explicar o que ele faz para um bando de gerentes que não entendem nada de programação (aos chatos de plantão: eu sei, existem bons gerentes não técnicos, mas essa é a exceção, não a regra).

Existem empresas que, quando a coisa começou a desandar, contrataram programadores experientes. Na esmagadora maioria das vezes os problemas são resolvidos e a carga de trabalho de todo mundo diminui. As diferentes visões dos programadores experientes ajudam a empresa a resolver os problemas de formas muito mais simples. E é muito melhor e recompensador trabalhar com gente experiente, das quais se pode aprender alguma coisa, do que rodeado de um monte de estagiários e novatos. É importante ter novatos e estagiários, mas eles devem ser minoria na equipe.

E o motivo disso não é só pela parte técnica. Programadores experientes são mais práticos e calmos sob pressão, afinal, enquanto um programador inexperiente (ou pior, um estagiário) diz que o mundo acabou, o programador experiente lembra de coisas básicas como "já reiniciaram o servidor?" ou "já verificou se localhost está apontando mesmo para máquina local?". Com o tempo você aprende a ignorar ao máximo a pressão e focar em fazer o seu trabalho e resolver o problema. Palavra de alguém que trabalhou vários anos no mercado financeiro...

Resumindo a fórmula nem-tão-mágica: as metodologias são boas e válidas, mas não substituem bons programadores. Contrate programadores bons e experientes e deixe que ELES decidam qual metodologia usar. Coloque um gerente técnico com eles, que saiba deixar a pressão longe para eles trabalharem em paz. Espere um tempo e veja software de qualidade começar a ser produzido.

Em 08/01/2008 20:10, por Rodrigo Strauss


  
 
 
Comentários
Leandro | website | e-mail | em 08/01/2008 | #
Perfeito !!!.
Excelente post Rodrigo. Como um profissional de 15 anos de mercado concordo com TODAS as linhas do teu artigo, realmente é isso mesmo que acontece na grande maioria das empresas.

Parabéns !.
Um abraço.
Leandro.
Vniicius | website | em 08/01/2008 | #
Excelente artigo.

Ultimamente acho que os RHs estão realmente malucos. Quem não viu ainda aqueles anúncios que eles pedem um programador top de linha que queira receber R$500,00 e trabalhar como pessoa jurídica?

O fato é que o empresariado brasileiro não quer mesmo pagar. E, parte da culpa, é das faculdades medíocres que estão entupindo o mercado de profissionais de baixo custo.

Quem nunca escutou a frase "cobro isso pelo sistema porque senão o meu concorrente oferece menos"?

E aí, gera o efeito que você falou. Equipes que aparentemente custam barato, mas não cumprem prazos, não resolvem os problemas, são altamente rotativas, não conseguem atingir metas orçamentárias e se defendem dizendo que usam "boas práticas de mercado".

Infelizmente, o escudo da metodologia realmente não te protege da péssima imagem que você vai criar junto ao cliente.
Thiago Brito | website | e-mail | em 09/01/2008 | #
Eu concordo muito com o que disse, na empresa em que trabalho estamos utilizando XP e realmente ajuda MUITO a equipe. Porém, como você disse, a equipe é quem continua programando e resolvendo os problemas. A metodologia não deixa de ser apenas mais uma ferramenta (muito útil) que temos guardada na nossa caixa.

O problema é que ainda existe a ilusão de que a metodologia vai realmente resolver problemas como inexperiência e incompetencia da equipe. Aí realmente, não tem XP, Scrum ou qualquer outra metodologia (ágil ou não) que poderá resolver alguma coisa.
Jonatas | website | em 11/01/2008 | #
Concordo em número, gênero e grau.
Alberto | e-mail | em 19/01/2008 | #
Concordo com tudo porém está dificil achar gente boa.
apinfo, curriculum.com, vagas.com etc
Precisamos (o pais) formar bons profissionais.
Abs a todos
Rodrigo Strauss | website | e-mail | em 20/01/2008 | #
Falta gente boa, mas o maior problema é que as empresas não sabem procurar e não sabem contratar gente boa. Além de, é claro, não quererem pagar por quem é bom.

Sobre recrutamento de programadores, veja http://www.1bit.com.br/content.1bit/weblog/como_contratar_um...
Guilherme Silveira | website | em 23/08/2010 | #
Com certeza não existe método milagroso, e na parte técnica, nada melhor do que o próprio pessoal técnico poder tomar as decisões.

Ao mesmo tempo que é importante deixarmos de lado a super valorização que existiu até pouco tempo atrás em relação as funcionalidades e o desprezo total pela parte técnica, é importante também não tombarmos para o outro lado: o desprezo total pelo valor que o produto precisa entregar e somente a valorização do lado técnico. Encontrar o equilíbrio entre um método técnico e um que ajude a controlar a entrega de valor potencializa o trabalho que a equipe faz para a empresa.

Como você disse, independente de qual método for...

Abraço
Vitor Almeida da Silva | website | e-mail | em 23/08/2010 | #
Excelente post.

Me fez lembrar uma tira que li há algum tempo: http://www.geekherocomic.com/2009/03/14/saturday-special-the...
Kabloc | website | em 23/08/2010 | #
Hoje eu estou vivendo esta realidade, estou trabalhando em uma empresa que antes era motivado em fazer um software com qualidade independente do tempo que levava, após alguns acordos com algumas empresas de grande porte em telefonia, a empresa começou a se preocupar mais com prazos do que com qualidade...

Gerentes novos que implementam metodologias que tem de monte e reuniões diárias para decidir o prazo na próxima versão do software sem nem mesmo ter terminado a versão atual e muito menos ter amadurecido o código diminuindo assim drasticamente a qualidade de software. Programadores tem que ficar justificando prazos e isso leva um tempo do cacete, tempo que deveria ser produtivo, quando os caras vão perceber que reunião é tempo inútil para programador...

Eu imagino que daqui pra frente a qualidade vai ser tão pequena quanto os prazos e as empresas parceiras vão perder o interesse e assim acordos vão ser quebrados e dinheiro vai ser queimado...

Mas tenta explicar isso para um gestor viciado em SCRUM ???

Um cara que pergunta: Porque vai demorar tanto? É só adicionar mais uma aba e colocar os controles lá dentro.
Wanderley Caloni | website | e-mail | em 23/08/2010 | #
Esse artigo lembra o outro do Joel:

http://brazil.joelonsoftware.com/Articles/BigMacsvs.TheNaked...

[]s
Rafael Gottardi (Fino) | e-mail | em 23/08/2010 | #
Isso foi escrito há mais de 2 anos e é incrível como ainda é atual e sofremos com esses problemas, sem nenhuma previsão de melhora ou sequer mudança. Também concordo com tudo o que foi colocado aqui, seria legal se alguns gerentes e pessoal d RH sem conhecimento técnico pudessem dar uma olhada e colocassem alguma fé no q estamos cansados de falar.

[]´s
Algo a dizer?
Nome:


Site:


E-mail:


Escreva o número vinte e seis:


 Não mostre meu e-mail no site, não serve pra nada mesmo...

Comentário





Os comentários devem ser sobre assuntos relativos ao post, eu provavelmente apagarei comentários totalmente offtopic. Se quiser me enviar uma mensagem, use o formulário de contato. E não esqueça: isso é um site pessoal e eu me reservo o direito de apagar qualquer comentário ofensivo ou inapropriado.
rebarba rebarba
  ::::