logo
Contato | Sobre...        
rebarba rebarba

Rodrigo Strauss :: Blog

follow us in feedly

Trabalhamos no ambiente correto?

Minha profissão é "Desenvolvedor de Software", "Analista Programador" - ou programador mesmo, no coloquial. Sim, no coloquial, porque minha profissão envolve muito mais do que programar um computador. Meu trabalho envolve fazer reuniões para definição de projetos, reuniões para resolver problemas em servidores, procurar soluções para os mais diversos problemas e estudar sobre tecnologias que podem ser usadas para resolver esses diversos problemas. Além disso, envolve transformar todos os meus estudos e conhecimentos em linguagens e tecnologias em uma solução. Dessas várias atribuições que eu falei, só as reuniões envolvem várias pessoas interagindo e dialogando. Todas envolvem pensar e resolver problemas. Ou seja: a grande maioria do meu trabalho envolve raciocínio, e conseqüentemente, concentração.

Em todas as bibliotecas (de livros, não de software) que eu entrei até hoje, era proibido conversar e fazer barulho. Tudo isso porque os freqüentadores estavam lá para ler, estudar ou resolver problemas. Não é exatamente isso que eu faço no dia-a-dia? E por que a biblioteca é silenciosa e todos os lugares que eu trabalhei até hoje eram mais barulhentos do que um galinheiro? TODOS os lugares que eu trabalhei eram barulhentos, alguns mais, outros menos. Já trabalhei em empresas de software, provedores de Internet, bancos, bolsas de valores. Além disso já fiz entrevista em várias empresas e pude ver como era o ambiente. A coisa mais evoluída que eu vi foi separar os desenvolvedores do pessoal de suporte telefônico. Mesmo assim, todos os desenvolvedores ficavam amontoados na mesma sala. Em algumas empresas, a mesa de reuniões era NA MESMA SALA do desenvolvimento. Se houvesse uma reunião do seu lado, paciência. Minha única solução sempre foi a que a maioria usa: fones de ouvido e música.

Será que nossa mesa minúscula (muitas vezes compartilhada) com um computador é o melhor lugar para fazer o que nós fazemos? Por que em Universidades conceituadas (não sei como é nas UNICACAs) cada professor tem sua sala? Qual a diferença de necessidade de concentração entre um professor da USP e um desenvolvedor tentando fazer debug de um algoritmo de load balance? As empresas geralmente organizam as mesas dos desenvolvedores da mesma forma que organizam as mesas dos auxiliares administrativos. E o gerente que solta a pérola "Nosso software deve ser portado para Linux nem que isso leve 15 dias" tem uma sala exclusiva. Os gerentes - que geralmente são os que menos trabalham - são os que geralmente têm sala exclusivas. Será que isso está certo?

Quem assiste o Channel9 da Microsoft ou lê sobre as condições de trabalho lá deve ter visto que eles dão UMA SALA PARA CADA DESENVOLVEDOR. Será que esse é um dos motivos pelos quais eles são a Microsoft e as outras empresas de software não passam de outras empresas de software? Tudo que eu queria era uma sala só para mim, com um sofá de 3 lugares para poder deitar e pensar (ou até dormir um pouco...). É muito difícil pensar na reengenharia de um cluster sentado em uma cadeira desconfortável e com uma mesa minúscula. Uma lousa e um pouco de silêncio seriam muito bem vindos.

Bom, enquanto eu não abro minha empresa de software, continuo com meu fone companheiro...


Em 05/05/2005 03:01, por Rodrigo Strauss


  
 
 
Comentários
Jonatas | website | em 05/05/2005 | #
Grande Strauss
Também tenho a mesma opinião sobre o ambiente de desenvolvimento.
Veja só meu ambiente: trabalho ao lado (literalmente mesmo) de dois servidores que fazem um barulho de um 747 na decolagem, em uma sala de 3x2 sem janelas que compartilho com outro analista fumante. Nada contra e nada a favor, mas aquele cheiro de fumo infecta toda a sala e isso me causa bronquite. Não tem espaço nem para esticar meus pés ou cruzar as pernas... E ainda estão instalando uma central telefônica bem atrás da minha mesa!
Música? Aqui não é permitido ouvir música enquanto se trabalha
O que eu daria para ter uma sala só minha.... um dia talvez.....
oncentração zero..
Rodrigo Strauss | website | em 05/05/2005 | #
Você ainda está em uma situação pior. Fumar no ambiente de trabalho além de ser uma puta falta de respeito é contra a lei. Um processo trabalhista ou fiscalização e sua empresa (que me parece pequena) está ferrada.

A única solução que eu vejo para você é http://www.apinfo.com
Guilherme Campos | e-mail | em 05/05/2005 | #
Aqui na empresa, com relação a espaço, eu acho que sou um sortudo, divido uma sala relativamente grande com apenas 1 pessoa, tenho espaço pra esticar as pernas, relaxar e td mais. O único problema agora foi o som ambiente que o meu chefe colocou... tem horas que é impossivel se consentrar com aquela radio infernal tocando samba e pagode, e se usar fone de ouvido, o chefe fica bravo...

Eu pessoalmente sou contra um programador numa sala individual, é muito chato trabalhar sem ter alguem pra conversar um pouco, ou até mesmo te ajudar em algum bug infernal no programa (claro q eu nao sou a favor de uma sala menor que um banheiro para 5 ou 6 pessoas).
Rodrigo Strauss | website | em 05/05/2005 | #
Eu comecei a ouvir música no fone quando trabalhei em um provedor que ficava com som ambiente ligado. Eles anunciavam na rádio e queria saber se o anúcio saia mesmo.

Se você tiver uma sala individual, quando você quiser conversar é só chamar alguém para ir tomar café/chá via MSN. Quando você precisar de ajuda é só ligar para o ramal do outro programador e pedir para ele vir ajudar. E você terá paz e tranquilidade na grande maioria do tempo, que é o tempo que você não conversa e não precisa de ajuda.
Alfred Gary Myers Jr. | website | em 05/05/2005 | #
Um peidinho ainda vai, mas cigarro é foda!
Wanderley Caloni Jr | website | e-mail | em 06/05/2005 | #
Com certeza sozinho a concentração é muito maior. Em casa consigo pensar coisas que demoraria muito mais tempo para concluir no trampo.
Fabricio Ferreira | website | e-mail | em 11/05/2005 | #
Este é o sonho! Minha sala fica junto com o pessoal do HelpDesk da empresa. Telefone tocando toda a hora, é aspirador para limpar máquinas, a mesa de reuniões fica na mesma sala...é um pandemônio.
Leonardo Bisogno | website | e-mail | em 13/05/2005 | #
Trabalhei dois anos em uma sala onde ficavam juntos equipe de desenvolvimento (2 pessoas), gerente, 4 pessoas do suporte, um ar condicionado gigante e barulhento, 2 nobreaks soltando gáses altamente saudáveis e seis servidores que faziam um PEQUENO barulho.
Ah e o maldito telefone que recebia chamadas externas ficava na minha mesa ainda, pq a pessoa que eu fui substituir fazia as vezes de secretária da empresa também.
Solução? O famoso fone de ouvido com som bem alto (ideal para concentração? NÃO, mas melhor do que ficar ouvindo suporte e o telefone infernal...
Me recusei a atender o telefone hehehehehe Deixava tocar até alguém se irritar mais do que eu.
Finalmente tiraram o telefone da minha mesa.

E eles ficavam brabos quando eu dizia que queria um sala só para os desenvolvedores. Nem que fosse pequena. Me achavam o mais anti-social da face da terra.

O pior de tudo era ver os entendidos em tecnologia largar o famoso "... é soh colocar um ifzinho que tah resolvido o problema..."

Abraço,
Leonardo.

Fabrício Ferreira | e-mail | em 31/05/2005 | #
Além de minha sala ficar junto com o Help Desk, o gerente ainda tem a capacidade de reclamar que não "puxamos" as ligações do suporte! Tem cabimento?
Corvo | website | em 02/12/2008 | #
Aqui onde trabalho também é uma zuada miseravel. Antes tinham salas separadas, mas, depois da ultima reforma, algum filho da puta resolveu colocar baias abertas no lugar de salas. Resultado, uma zuada do inferno o dia inteiro (300 pessoas dentro de um galpao).

Minha solução : Comprei um Potente Protetor auricular utilizado por aqueles caras que trabalham com britadeira. Um MSA formato concha, enorme. Alivia bastante, o mundo cala a boca quando o uso, e minha concentração fica em alta.

A empresa, essa miseravel, que tá feliz, minha produção melhorou uns 30%.
Marnei Cardoso | e-mail | em 30/01/2009 | #
HEHEHEHE Muito boa essa!

Cara parabéns pelas matérias, estou lendo todas e estou gostando muito das informações, dos comentários e das discussões.

Abraços!!!
cleovane selbach | em 25/01/2010 | #
Posso imaginar a cara e o pensamento de um gerente com a idéia de colocar um sofá de 3 lugares em uma sala para o desenvolvedor deitar e ainda por cima dormir. Seria algo mais ou menos assim: "Dormir!? Essa é boa. Ele é pago para trabalhar e não para dormir!".
Esse é o grande problema das empresas terem um gerente só pelo fato de que existe um cargo de gerente, ao invés de terem um gerente porque existe alguém com perfil de gerente. Ou seja, ter um gerente porque existe uma pessoa capaz de perceber que o programador não é pago apenas para digitar algo, mas para criar e compartilhar informações e conhecimento com a empresa. Assim, um programador dormindo no sofá significa que alguém ficou até tarde estudando, ou ficará na próxima noite, e desse estudo sairá algo novo para ser agregado à empresa.
Infelizmente muitos administradores ainda pensam que o importante é o dinheiro e o patrimônio físico. Eles ainda não se tocaram de que quando o dinheiro deixou de ser oficialmente lastreado em ouro, ele passou a ser lastreado em informação. É por isso que as bolsas de valores e os bancos investem tanto em TI. Porque a informação determina quanto vale o dinheiro, e como avaliamos tudo em dinheiro, então tudo passa a valer de acordo com a informação. Mas o valor da informação está no conhecimento que ela agrega, e a única "máquina" que produz conhecimento é o ser humano. Assim, muitos não percebem que investir R$ 2000,00 para fazer uma pequena sala climatizada, com um sofá, e móveis confortáveis pode agregar milhões ao patrimônio da empresa, pelo simples fato de que o cara que tá dormindo naquele sofá consegue enxergar informação onde a maioria das pessoas só consegue ver palavras estranhas sem sentido algum.
jorge luiz | website | em 21/05/2010 | #
cleovane selbach
Você disse tudo!Tudo mesmo.
Algo a dizer?
Nome:


Site:


E-mail:


Escreva o número vinte e seis:


 Não mostre meu e-mail no site, não serve pra nada mesmo...

Comentário





Os comentários devem ser sobre assuntos relativos ao post, eu provavelmente apagarei comentários totalmente offtopic. Se quiser me enviar uma mensagem, use o formulário de contato. E não esqueça: isso é um site pessoal e eu me reservo o direito de apagar qualquer comentário ofensivo ou inapropriado.
rebarba rebarba
  ::::